EDUCAFRO Brasil está quase perto de ser selecionada para compor a ASHOKA MUNDIAL

O Frei David está muito presente, ativo e participativo na programação da ASHOKA MUNDIAL, nestes dias nos EUA, para a sua visita e entrevista com o comando mundial da entidade.

Veja a galeria de fotos no final do texto.

É importante que vocês, associadas/os da EDUCAFRO Brasil conheça quem é a ASHOKA. A Fundação é constituída por um trilionário, que deixou sua fortuna destinada a investir e dar forças aos fellows do mundo, rigidamente selecionados, cujas vidas são fortemente dedicadas a trabalhos e lutas por políticas públicas, para seus povo pobre. No nosso caso, para o nosso povo afro-brasileiro. Aqui está o link: https://www.ashoka.org/pt-br/sobre-ashoka

A Conselheira Mor que me entrevistou, (Kyle Zimmer, Holandesa, fundadora da entidade social “First Book” e conselheira MOR da Ashoka, cuja entrevista foi no First Book, 1319F Street, NW, Suite 1000, na sala de conferência do 10º andar) foi muito firme e cavou detalhes de minha vida! A entrevista foi em inglês com tradução consecutiva. Ela foi estratégica, cercando e cavando fundo. Concluiu a entrevista, tão entusiasmada que me perguntou se eu tinha indicação de quem seria a pessoa ideal para fazer o meu papel no filme. Deixou no ar essa pergunta, o que eu e todos os presentes caímos na gargalhada!

Cheguei dia 26 de setembro e essa jornada termina no dia 30, quando fiz questão de voltar para o Brasil, para cumprir meu dever cidadão de votar em mulheres e homens afro-brasileiros, comprometidos com o FIM DO FACISMO e abertos para dedicar suas energias em ajudar o Brasil a se tornar uma democracia plena, sem ameaças e respeitando os direitos dos preferidos de DEUS: indígenas, afro-brasileiros, mulheres, lgbtqia+,deficientes, prisioneiros, – pois JESUS diz: “estive preso e fostes me visitar.” Os FASCISTAS brasileiros, que falsamente se dizem cristãos, afirmam: “bandido bom (pobre) é bandido morto”, pois os bandidos ricos como “os Bolsonaros” podem ficar soltos, sem punição. Outro encontro que será decisivo para as novas demandas da EDUCAFRO Brasil foi com Judith Morrison, Assessora Sênior Mundial – Desenvolvimento Social, Divisão de Gênero e Diversidade – do Banco Interamericano de Desenvolvimento, no lobby do Banco, 1300 New YorkAvenue, NW. Aqui dei uma palestra sobre a realidade atual dos afro-brasileiros que tentam vencer e transformar os caminhos de suas vidas pelo ingresso nas universidades. Foi uma Conferência Híbrida, com representantes do mundo, com destaque para o Ex Ministro da Educação do Peru e para a Assessora Sênior da Universidade de Harvard para o tema da diversidade.

 

Observem que todas as reuniões são excelentes canteiros onde plantamos boas sementes. As colheitas irão estar ligadas diretamente ao empenho da equipe que está sendo constituída pelo Dr Gilvan, Dr Thiago Thobias, Dra Dione e o Dr Gilberto, para a REFUNDAÇÃO da EDUCAFRO Brasil. Outro trabalho, que foi um plantio fantástico, refere–se a “Mesa redonda sobre Inclusão e Educação Superior”. Fui o convidado/palestrante especial. Estiveram presentes também duas pessoas do BID do escritório em Brasília, e uma pessoa da Universidade de Harvard. Foi em português. Ficou constatado que há muito dinheiro do BID, disponível para o Brasil, faltando apenas bons projetos, que priorizam as parcerias com os Governos Municipais, Estaduais e Federal. Nesta seara a nova EDUCAFRO Brasil tem um grande corredor aberto! Outro momento marcante foi o encontro com o Escritório Afro de Direito, tradicionalíssimo nesta luta, coordenado pela Advogada, Dra Barbara Arnwine, fundadora e diretora executiva do Transformative Justice Coalition, no Thurgood Marshall Building, 1816 12thStreet, NW, Suite 410. Ela deu alguns fantásticos gritos de alegria, próprios das manifestações de entusiasmadas da comunidade afro-americana, com os relatos que faziam das conquistas da EDUCAFRO Brasil e outras entidades no campo da Justiça para a comunidade Afro-brasileira! Ela não aceitou que a próxima reunião fosse online, com os advogados do Brasil e dos EUA, e sim presencial. Ela ficou superadmirada ao saber que a EDUCAFRO conquistou espaço em órgãos de justiça como o CNJ, STF, TSE, STJ, Ministério Público, Defensoria Pública, etc.

Bem, para não cansar, deixei uma segunda parte para a reunião geral da EDUCAFRO Brasil, que será no dia 16 de outubro, das 9 às 12 horas em sistema híbrido. Informações +55 (11)99117-0477

Frei David Santos OFM