EDUCAFRO tech lhe convida para o se inscrever no Curso de PYTHON

Python é uma linguagem de TI, de propósito, poderosa, muito requisitada no mercado
e de fácil aprendizagem. Ser um desenvolvedor PYTHON é se valorizar no mercado.
Venha com garra!

Inicio: 03/11 (irá se iniciar na terça, mas nas semanas seguintes acontecerá de segunda à sexta)

Hora: das 14 às 15 horas

Prof.: Michel de Barros
O professor é formado em Tecnologia em Processamento de Dados e tem 20 anos de experiência em docência.

Duração: 3 semanas

Se você se interessou, responda o formulário abaixo:

https://forms.gle/Kx88NiV8vNyPdzgV6


PREPARATÓRIO EDUCAFRO: Graduação Profissional INSPER 2021

PREPARATÓRIO EDUCAFRO: Graduação     INSPER 2021.2 e 2022.1

 

INSPER: DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL:

Você é afro-brasileiro e quer receber bolsas de graduação de 100% em 2021.2 e em 2022.1, mais moradia e alimentação? Tudo grátis?

Leia a notícia da parceria Insper e EDUCAFRO:
Insper e Educafro fazem parceria para ampliar acesso a Bolsas de Estudo

ONDE?
No INSPER-SP (a mensalidade do curso de graduação mais barata custa R$4.800,00 por mês! E você terá bolsa de 100%)

Quais cursos?
=>DIREITO
=>ECONOMIA
=>ADMINISTRAÇÃO
=>ENGENHARIA MECÂNICA
=>ENGENHARIA MECATRÔNICA

=>ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

 

Para participar do preparatório e receber uma bolsa dinâmica de 100% siga os procedimentos:

1 – Leia o edital: EDITAL BOLSAS INSPER 2021 - Oficial.pdf - Google Drive

2 – No preparatório você poderá ter acesso a uma das 50 bolsas dinâmicas mensais de R$500,00 (só para fazer o preparatório, sem trabalhar)

3- Inscrever-se no preparatório que será online, clicando no link: Pré-Vestibular BOLSA DINAMICA EDUCAFRO para o Insper 2021.2 e 2022.1 (google.com)

>>> Dúvidas ?

bolsaseducafroinsper@educafro.org.br

 

Conheça mais a EDUCAFRO:

www.educafro.org.br
educafrotech.educafro.org.br


Financiamento de fato a candidaturas de negros

A EDUCAFRO sabe que as eleições de 2020 serão um grande laboratório para a comunidade afro-brasileira.

Todo o sistema está aparelhado para não deixar surgir novas lideranças.

Cabe à comunidade afro-brasileira judicializar todas suas demandas e, a partir de janeiro de 2021, trabalharmos intensamente para conquistarmos as mudanças.

Vamos?

Leia a matéria na íntegra no link a seguir: Clique aqui.


A EDUCAFRO pergunta-lhe: Gostaria de estudar no INSPER?

A EDUCAFRO pergunta-lhe: Gostaria de estudar no INSPER?

Baixe o Edital do concurso de bolsas do curso preparatório para bolsas 100% INSPER e veja todos os detalhes desta fantástica OPORTUNIDADE, Link: https://drive.google.com/file/d/1k3mXnHixfnbZA020CIBGH2T004g0Qm62/view?usp=sharing


80 bolsas de estudos integrais, com materiais didáticos, uniformes e lanche diários

Você mora em São Paulo?
A EDUCAFRO lhe indica:
Um dos mais caros COLÉGIOS do Brasil, Colégio SÃO LUÍS (dos Jesuitas), vai selecionar 80 jovens pobres que querem ser top nos estudos e doar 80 bolsas de 100%!

Inscrições: só de 7 a 13 de outubro

Fará o processo para ingressar na 1a série do Ensino Médio, no ano de 2021.
Início das aulas presenciais: jan. 2021.

São 80 bolsas de estudos integrais, com materiais didáticos, uniformes e lanche diários.

Informações e edital: bit.ly/80bolsassaoluis

A EDUCAFRO.org.br quer seus filh@s sendo os melhores em 3 anos! DIVULGUE! COMPARTILHE!

Puc Rio: mais um dia para inscrições!

Puc Rio: mais um dia para inscrições!

PUC Rio empresta computador e Internet para @s alun@s pobres e da EDUCAFRO, aprovad@s no vestibular.
http://www.puc-rio.br/sobrepuc/admin/vrc/inclusaodigital.html
Hoje: último dia!

Mais detalhes: https://www.educafro.org.br/site/bolsas-puc-rio/


BOLSA DE 100% AINDA NESSE MÊS DE SETEMBRO DE 2020?

Como?

1 - Basta ter feito o ENEM de 2010 até 2019 e ter tirado nota acima de zero na redação!
2 - Escolher a Faculdade mais próxima de sua casa ou trabalho e que tenha o seu curso.
3 - Isenção da taxa de inscrição!
4 - São mais de 90.000 vagas sobrando no ProUni para todo o Brasil!
5 - Nesse domingo, 20/9 às 16:45 horas, a EDUCAFRO vai passar mais informações.
6 - Será na reunião de EMPODERAMENTO AFRO.

No domingo, entre pelo link: https://bit.ly/3mA6jtO

Whatsapp: (11) 9 6173 6869


10 bolsas para o ITA/IME com moradia e alimentação inclusos

Parceria EDUCAFRO + Colégio Objetivo de Teresina

Você deseja seguir uma carreira militar? Ser um Oficial e estudar em instituição tecnológica de alto prestígio?

Para nós da EDUCAFRO, é essencial ver nosso povo tendo acesso a escolas de ponta como o ITA e o IME.

Sendo assim, estamos selecionando 10 pessoas de até 20 anos para ser merecedor@ de bolsa integral de estudos durante ensino médio (1º, 2º e/ou 3º ano), visando sua aprovação em DOIS dos vestibulares mais concorridos do Brasil!

Lembrando que se forem aprovados para a bolsa, durante o período de sua preparação , @s alun@s terão a possibilidade de receber INVESTIMENTO MENSAL de cerca de 3 mil reais mensais entre: acomodação, alimentação, material didático, apoio pedagógico e bolsa integral em um dos mais fortes colégios do Brasil.

O aluno fará ou terminará o ensino médio em Teresina/ Piauí, morando em alojamento para estudantes .

Você terá tudo que precisa para entrar no IME ou ITA! Duas instituições mundialmente respeitadas!

Se entrar no IME ou ITA , fará o curso superior com ajuda de custo, alimentação e moradia, no Estado de São Paulo ou Rio de Janeiro. E ao se formar será um Oficial do Exército ou Aeronáutica.

É A GRANDE VIRADA DE SUAS VIDAS!

IMPORTANTE:
TODOS OS ALUN@S precisarão passar pelo PROCESSO SELETIVO.
Após a seleção prévia pela EDUCAFRO
Você receberá link para a inscrição definitiva no processo seletivo.

Siga as instruções, estude o que vai cair e boa sorte !

Coordenação:
Juiz Federal William Douglas e Professor Pierre Perensin

Para ler o edital BAIXE aqui neste link : https://drive.google.com/file/d/1st000gqrHqBioOY19VHRwzW4jUjJzDrz/view?usp=drivesdk

Se Inscreva aqui neste link:
https://forms.gle/2FAYH1MXrf3NvZLr6


Projeto usa líder tribal e fé para preparar negros para o mercado de TI

O Educafro Tech está desenvolvendo parcerias com empresas e incubadoras que atuam no setor de tecnologia de informação para formar e empregar a população negra e LGBT+

Por Tamires Rodrigues

O mercado de tecnologia de informação tem um alto potencial de geração de empregos no Brasil. Com o atual cenário de desemprego no país, a Educafro, organização que há 40 anos promove a inclusão da população negra em universidades públicas e particulares, percebeu que havia um campo a ser explorado. Foi assim que surgiu o Educafro Tech, projeto voltado para a formação e empregabilidade de negros, negras e LGBT+ no mercado de TI.

"Nós debatemos com as empresas sobre a exclusão do negro no mercado de trabalho. E todas as empresas disseram que não tinha negros se formando em TI. Então decidimos encarar o problema e criamos a Eduacafro Tech", conta Frei David Santos, diretor da associação.

A terceira turma do projeto conta com 60 alunos que farão uma imersão em estudos sobre TI e métodos ágeis. Dez vagas são destinadas a participantes quilombolas, indígenas e/ou de outros estados, com custeio de estadia. O projeto oferece laboratórios equipados e jantar para os participantes.

As aulas são realizadas num formato intensivo, onde os participantes aprendem técnicas, conceito e práticas de tecnologia da informação, conectadas com o debate sobre cidadania e questões étnico-racial.

"Queremos em três ou quatro meses oferecer pessoas preparadas com qualidade para as empresas", afirma.

A Educafro Tech estuda parceria com empresas para conseguir espaço de sala de aula para formar mais alunos. "A NovoLab, em São Carlos (interior de São Paulo), é uma incubadora que trabalha com 57 empresas e reservou espaço para 12 alunos do Educafro Tech. Eles vão poder vivenciar esse aprendizado dentro desse ambiente de tecnologia", diz Santos.

Para que os alunos tivessem uma maior identificação com o conteúdo, os professores do projeto Edimilson Nascimento e Luiz Augusto criaram uma metodologia própria que foi inspirada no chefe tribal Shaka Zulu.

 

 

Representação de Shaka Zulu de 1824 (Reprodução)

 

"Na sua época, Shaka Zulu (1787-1828) criou algumas inovações e estratégias militares. Os mais fortes faziam a base, os mais velhos faziam a retaguarda e davam conhecimento aos outros. Então a gente pensou: 'cara, isso é manifesto ágil'. Eu sou de informática e vi toda estrutura do ágil naquilo. Por que não batizar a nossa metodologia de Shaka Zulu? É preciso ensinar forte, rápido e embasado, que só assim consigo dar emprego para essas pessoas", diz Nascimento.

Segundo os professores, uma das maiores dificuldades nas aulas não é ensinar a técnica, e sim fazer com que seus alunos consigam se enxergar no mercado de trabalho de TI e como programadores. Pensando nisso, eles criaram um ritual nas duas primeiras semanas de curso para que eles consigam estabelecer um vínculo com a turma e auxiliar na evolução de aprendizagem.

"A gente usa um tempo pequeno para dois atos de fé. O primeiro ato de fé é para aquelas pessoas que acabaram de nos conhecer acreditarem de verdade que em duas semanas eu e o Edi seremos capazes de ensinar lógica de programação para eles. O segundo ato de fé é o mais importante: é as pessoas acreditarem que em duas semanas elas serão capazes de aprender lógica de programação. Se esses dois atos de fé forem cumpridos, não vai ter problema que a gente não resolva", afirma Luiz Augusto.

Apesar do pouco tempo que o projeto existe, os professores já conseguem ver transformações sendo feitas nesse processo, com alunos que conseguiram entrar no mercado de trabalho.

"Uma aluna era gerente-geral de uma loja, que passou por uma reformulação. Aí ela ficou desempregada. Mesmo sendo uma pessoa com muita experiência e ter feito muitos cursos, não conseguiu recolocação. Ela ficou apavorada e decidiu mudar de ramo. Foi quando ela viu a proposta de profissionalizar negros no TI e abraçou a ideia. Hoje ela está indo muito bem como programadora", diz Santos.

Postado originalmente em: https://quebradatech.blogosfera.uol.com.br/2019/12/18/projeto-usa-lider-tribal-e-fe-para-preparar-negros-para-o-mercado-de-ti/


Nosso Povo sabe Empreender!

Durante séculos fomos escravizados, maltratados, humilhados. Durante anos nos foi negado os direitos mais básicos do ser humano. Durante décadas fomos desclassificados e fortemente discriminados. Mas somos um povo forte e superamos, um a um, todos esses períodos. E a cada dia mais temos crescido e conquistado o nosso espaço. Ainda falta muito, os desafios são enormes, mas a mudança está chegando.
E uma grande prova disso aconteceu naquela manhã de domingo, dia 21 de Julho, na nossa Reunião Geral. Éramos mais de 500 pessoas no salão, todos cheios de diversidade e potência. Foi quando a Empresária negra Dilma anunciou um a um os nomes vencedores do projeto AfroEmpreendedorismo.
O projeto visa patrocinar com bolsas de R$ 1000 reais, 10 empreendedores negrxs para alavancar seus negócios. Mas além disso, e mais importante, o projeto visa prestar consultoria com profissionais na área do empreendedorismo à esses 10 empreendedores. O projeto contou com um edital robusto e com o acompanhamento da Empresária Dilma e sua equipe.
A cada nome anunciado, a emoção tomava conta do lugar. Era a nossa vitória. A vitória do povo negro. Esses 10 guerreiros são a semente de um futuro cheio de conquistas e nós da EDUCAFRO estamos muito felizes em fazer parte dessa jornada.
Empreender é lutar, é correr atrás, é experimentar novas possibilidades. AfroEmpreender é ser guerreiro. E nós parabenizamos todos os guerreiros AfroEmpreendedores que com inovação, garra e criatividade, mostram ao mundo que somos vitoriosos!
Seguimos juntos!