O ginecologista congolês Denis Mukwege venceu nesta terça-feira, dia 21, o Prêmio Sakharov para a Liberdade de Pensamento, concedido pelo Parlamento Europeu. Mukwege fundou o Hospital Panzi, que é especializado no tratamento de vítimas de violência sexual.

Ele é um dos maiores especialistas do mundo no que diz respeito à recuperação de vítimas sexuais. Denis tratou mais de 21 mil mulheres durante os conflitos que afetaram o Congo nos últimos anos.

Criado em 1988, o prêmio “recompensa personalidades ou entidades que se esforçam por defender os direitos humanos e as liberdades fundamentais”, como define o Parlamento Europeu. Ano passado o prêmio foi dado à jovem ativista paquistanesa Malala Yousafzai, que em 2014 venceu o Nobel da Paz.

fonte: geledes