BAHIA PASSA A TER COMISSÃO EXECUTIVA DO EDUCAFRO

“O Estado da Bahia passou a ter uma comissão executiva que representará a Educafro no estado, será composto por três pessoas escolhidas pela Diretoria Nacional da entidade, representada pelo Frei David, a Comissão será composta por:

 

JURACI SALES DA SILVA,  Estudante da UFBA, Ativista Social, Movimento Estudantil

Contato: (71) 81422314

ADRIANA ALMEIDA DOS SANTOS, Estudante da UCsal, Ativista Social.

Contato: (71) 9222-2730

RODRIGO PEREIRA BRANDÃO, Estudante da UNEB, Ativista Social, Movimento Estudantil.

Contato: (75) 8812-3835

O Educafro é intitulada como movimento social de inclusão da população afrodescendente e de baixa renda nas universidades Públicas (Federais e Estaduais), e universidades particulares através das Bolsas de estudo que podem a chegar a 100%, o projeto visa reunir pessoas voluntárias, solidárias e beneficiárias da causa, com a finalidade de possibilitar empoderamento e mobilidade social dessa parte da população.

No inicio dos anos 90, Frei David, descobriu que juntamente com agentes pastorais que havia uma razão para o empobrecimento da população negra, a dificuldade na formação escolar. Por isso, foi criada o Educafro – Cursinho Pré-Vestibular destinado a negros e carentes.

Nos debates no Senado Federal e na Câmara dos Deputados a Educafro, através do Frei David participou ativamente, para aprovação das cotas raciais, tendo uma vitória histórica importantíssima  devido a grande pressão popular e política realizada pela entidade. Junto aos bancos e lojas de São Paulo, o Frei realizou manifestações que conseguiram sensibilizar banqueiros e comerciantes na contratação de mais trabalhadores negros, dentre inúmeras outras ações judiciais de combate ao racismo e toda forma de discriminação ao povo negro e excluído, como exemplos temos as ações recentemente  movidas pela entidade  contra a rede de supermercados Atakadão Atacarejo aqui no estado no caso que envolve o assassinato de dois jovens negros, bem como,  a ação no STF para reabertura das inscrições  no ENEM.”