A EDUCAFRO conclama o REITOR para considerar a solução COMUNITÁRIA