ONG brasileira denuncia à ONU 'extermínio do povo negro' na pandemia

Relatório da Educafro foi apresentado durante reunião on-line da Organização das Nações Unidas com entidades negras e índigenas

Raphaela Ramos
29/01/2021 - 21:03

Protesto no Rio de Janeiro, em dezembro, pela morte das meninas Emilly e Rebecca

Newsletters
RIO — A ONG Educafro, voltada para a defesa da educação e cidadania da população negra e pobre, apresentou à Organização das Nações Unidas (ONU) nesta sexta-feira (29) um relatório denunciando as "graves violações aos direitos humanos contra os grupos mais vulneráveis – quilombolas, indígenas, negros, pobres e populações de rua — em razão da política de estado adotada pelo governo federal na pandemia da Covid-19".

Vacina: Por não prever dose de reforço e já ser testada no país, imunizante da J&J é boa notícia para vacinação no Brasil

O diretor-executivo da organização, Frei David Santos, conta que o documento foi apresentado em uma reunião on-line realizada pela ONU com representantes de cerca de 80 entidades índigenas e negras. Os encontros ocorreram nesta quinta e sexta-feira.

— Conseguimos esse encontro para discutir o quanto o governo federal brasileiro está jogando nosso povo na situação de marginalização e extermínio, pela violência policial e pela violência praticada pelo não atendimento na pandemia — afirma Frei David.

Covid-19: Entidade aciona STF para garantir vacina a todos os indígenas

Segundo o diretor-executivo, o relatório da Educafro, elaborado por oito juristas voluntários, foca o "novo tipo de extermínio do povo negro a partir da pandemia da Covid-19". O documento foi entregue oficilamente e a ONG aguarda resposta da ONU.

— Segundo pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro, os afro-brasileiros morrem 39% mais do que brancos no Brasil pela Covid-19. Qualquer lugar sério colocaria esse como um grupo de risco com prioridade na vacinação. No Brasil nem se discute isso. Há um total desprezo por parte das autoridades contra esse povo — lamenta.

Leia mais: Pesquisa mostra que 43% das pessoas trans em SP já foram vítimas de violência física

Objetivos
Frei David explica que a proposta principal do documento é que a ONU convença o governo brasileiro, enquanto país membro, a realizar uma reunião emergencial sobre o tema com comunidades indígenas e negras, tendo a organização como mediadora.

Outra demanda apresentada no relatório é que negros e quilombolas estejam nos grupos prioritários na vacinação contra a Covid-19, assim como os indígenas.

Covid-19: Cientistas criticam ausência de prioridade a pobres e negros na vacinação

Um terceiro ponto é que o Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) — aprovado por lei em 2018 — seja colocado em prática.

— O SUSP organizaria os estados e municípios em um projeto de segurança nacional, com muita verba, que possibilitaria evitar a matança de jovens negros. A lei existe e está parada. O governo insiste em não regulamentar, nos abandonando nas mãos das polícias estaduais e guardas municipais, o que tem provocado um extermínio para o povo negro — afirma Frei David.


Educafro lança programa de mentoria para mestrado na USP 2021

"Você quer entrar para a área acadêmica? Já imaginou como seria entrar para o mestrado/doutorado na USP? Se você respondeu "sim" a alguma dessas perguntas, eis uma grande oportunidade.

 

O DIVERSITAS é um núcleo de pesquisas da FFLCH/USP formado por diferentes especialidades nos campos das humanidades em geral, é um centro de referência acadêmica nos estudos da intolerância, da diversidade cultural e dos direitos humanos.

 

Para ingressar é preciso ter concluído o curso de graduação (não precisa ser nenhuma graduação específica, mas a linha de pesquisa acadêmica é em humanidades em geral).

 

Entrar para a pós-graduação em uma universidade pública pode parecer algo inalcançável (mas não é!). O objetivo dessa mentoria é ajudar os candidatos a entenderem o edital e regras para ingresso, bem como ajudar no estudo da bibliografia de referência do processo seletivo.

 

Serão realizadas reuniões semanais remotas por videoconferência para leitura da bibliografia e estudo do edital. Nas reuniões serão abordadas questões sobre o perfil do candidato e técnica de estudos para o processo seletivo.

 

Não haverá custo para participação da mentoria e não haverá quaisquer cobranças adicionais. 

 

(Será intentada a obtenção de padrinhos anônimos para ajuda de custo parcial para compra dos livros e/ou pagamento da inscrição)

 

Nessa mentoria será dado suporte para a prova de proeficiência (inglês), prova teórica e entrevista. Também será dado suporte básico para elaboração de projeto de pesquisa.

 

O processo seletivo contará com uma entrevista por videoconferência e análise do perfil dos inscritos. 

 

PARA SE CADASTRAR, INSCREVA-SE GRATUITAMENTE AQUI.

 

Para conhecer melhor o diversitas clique aqui

http://diversitas.fflch.usp.br/


O que é EDUCAFRO Tech?

O que é EDUCAFRO Tech?

 

É uma proposta de formação em TI voltada para a Comunidade Negra. Quer priorizar jovens que tenham vocação para o TI e ainda não tiveram oportunidades. Em seu primeiro fruto formou um grupo de trinta e dois alun@s, composto por vinte e nove pessoas negras e três pessoas brancas. A EDUCAFRO tem como missão, investir na diversidade. São dezessete homens e quinze mulheres, das quais, uma é transexual, três homossexuais e outras três são lésbicas.

Jovens negr@s  das cinco regiões do Brasil podem participar dos cursos da EDUCAFROtech, onde recebem conteúdos ministrados em função das necessidades do Mercado de Trabalho. Recebem também aulas de cidadania e de Direitos Constitucionais, fazendo a diferença nas áreas onde atuam. Ao final do curso a EDUCAFRO conecta @s alun@s  com empresas parceiras que buscam profissionais da área de TI.

 

Para quem quer ser aluno, clique aqui:

BENEFÍCIOS

Receba até 1000 (mil) reais para estudar Tecnologia da Informação através do EDUCAFRO Tech. Em menos de 90 dias você aprende do básico ao avançado e a EDUCAFRO te conecta com o mercado de trabalho. 

  1. Certificado oficial de conclusão de curso;
  2. Conexão com empresas de Tecnologia da  Informação que buscam profissionais;
  3. Prêmio de R$100 (cem reais) após a finalização de cada curso disponível no EducafroTech com a apresentação de mais dois certificados de cursos oferecidos por quaisquer outras entidades, por exemplo, Fundação Bradesco, Digital Innovation One, Alura e Udemy;
  4. Possibilidade de receber doações de computadores ou tablets para estudos de acordo com as doações de equipamentos que à EDUCAFRO receber;
  5. Todos os benefícios do Associado Simpatizante* da EDUCAFRO.

 

Entenda tudo sobre a Educafro Tech no site: 

https://educafrotech.educafro.org.br/


Programa de bolsas EDUCAFRO: Insper coloca jovens negros em escola de elite

Você é afro-brasileiro e quer receber bolsas de graduação de 100% em 2021.2 e em 2022.1, mais moradia e alimentação? Tudo grátis?

Leia a notícia da parceria Insper e EDUCAFRO:
Insper e Educafro fazem parceria para ampliar acesso a Bolsas de Estudo

ONDE?
No INSPER-SP (a mensalidade do curso de graduação mais barata custa R$4.800,00 por mês! E você terá bolsa de 100%)

Quais cursos?
=>DIREITO
=>ECONOMIA
=>ADMINISTRAÇÃO
=>ENGENHARIA MECÂNICA
=>ENGENHARIA MECATRÔNICA
=>ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

Para participar do preparatório e receber uma bolsa dinâmica de 100% siga os procedimentos:

1 – Leia o edital: EDITAL BOLSAS INSPER 2021 – Oficial.pdf – Google Drive

2 – No preparatório você poderá ter acesso a uma das 50 bolsas dinâmicas mensais de R$500,00 (só para fazer o preparatório, sem trabalhar)

3- Inscrever-se no preparatório que será online, clicando no link: Pré-Vestibular BOLSA DINAMICA EDUCAFRO para o Insper 2021.2 e 2022.1 (google.com)

>>> Dúvidas ?

bolsaseducafroinsper@educafro.org.br

 

Conheça mais a EDUCAFRO:

www.educafro.org.br
educafrotech.educafro.org.br


COMUNICADO DE FIM DE ANO

Comunicamos a tod@s associad@s e publico em geral que a equipe da EDUCAFRO estará em descanso até dia 11/1/2021.

Manteremos nossos contatos com vocês, com informações urgentes, através das redes sociais.

Para tod@s boas energias do cosmo, ao longo de 2021!

Frei David e equipe EDUCAFRO


Votação das cotas para negros/as serem coordenadores de cartórios em todo Brasil!

Participe online:
Votação das cotas para negros/as serem coordenadores de cartórios em todo Brasil!

Nesta terça, dia 15/12, às 10 horas

Entre no youtube do Conselho Nacional de Justiça - CNJ

e participe da reunião. Momento histórico na vida dos afro-brasileiros!

https://youtu.be/E6MPHOX9QnM


UNESCO disponibiliza gratuitamente a História Geral da ÁFrica em PDF

A EDUCAFRO lhe orienta a baixar essa coleção da UNESCO.

Repasse o link para as suas redes:

Clique no link a seguir para acessar os livros: https://clickmuseus.com.br/unesco-disponibiliza-gratuitamente-a-historia-geral-da-africa-em-pdf/

 

 


Frente Nacional Antirracista encontra Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal

Após encontro com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, no último dia 9/12, a Frente Nacional Antirracista (FNA), movimento que abarca centenas de organizações da sociedade civil e movimentos sociais, inclusive a EDUCAFRO, levou a pauta da participação dos negros e negras no desenvolvimento do Brasil em uma reunião com Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nesta quinta-feira, dia 10 de dezembro. Foi uma das nossas atividades para celebrarmos o nosso compromisso com os direitos humanos. O objetivo do encontro foi discutir uma agenda pública de inclusão e enfrentamento das desigualdades e desenvolvimento por meio da promoção de diálogo com poderes, mundo corporativo, judiciário e setor produtivo. No encontro, Fux se comprometeu a trazer a pauta antirracista e a agenda dos Conselhos de Diversidade e Inclusão nas empresas federais, principalmente via CNJ, bem como outras agendas propostas que a FNA esteja abraçando.

Já está na pauta do CNJ, em atendimento à comunidade afro-brasileira, para dia 15/12, a votação de 20 de cotas para o povo negr@ ser tabelião. Noss@s advogad@s poderão ser don@s de Cartórios! É uma nova frente de empoderamento que se abre!

Assintam, no dia 15 às 10 horas, na TV Justiça e no YouTube do CNJ a votação.

Quem pode estar lá em Brasília representando a Frente Nacional Antirracista e/ou sua entidade negra?

A EDUCAFRO já confirmou presença!

Levem suas bandeiras!


CARTA ABERTA MULHERES EDUCAFRO

Diariamente temos recebido notícias sobre a triste experiência do falecimento de amigos, pais, mães, filhos, enfim, entes queridos por conta da covid 19. A mãe de nossa amiga, também foi vítima deste mal que nos atinge tão profundamente. Para nós os números têm rostos, nomes e histórias que nos deixam muita saudade! Lamentamos muito a perda desta grande mulher!

Nós Mulheres EDUCAFRO, lamentamos a perda imensurável e temos a certeza que a senhora Maria Jovercina Queiroz já foi acolhida no reino de Deus!

Queremos dizer à nossa amiga, que estamos aqui para apoiá-la neste momento tão difícil de luto e de dor. Que você continue a ser essa mulher guerreira, que se inspire na vida de sua mãe e se fortaleça a cada dia.

MULHERES EDUCAFRO

 

CARTA ABERTA MULHERES EDUCAFRO


FRENTE NACIONAL ANTIRRACISTA

A EDUCAFRO orienta a tod@s @s associad@s a repassarem esse comunicado. A partir de segunda, dia 7/12, as quase 600 entidades que compõem a "FRENTE NACIONAL ANTIRRACISTA" estarão em campo, visitando 100 Empresas e fazendo sua missão! O avanço do povo negro está chegando com passos corajosos!

Frente Nacional Antirracista criará interlocução com o setor público, organizações empresariais e sindicais e 100 das maiores empresas do Brasil com reivindicações de combate à discriminação racial

A ideia é defender a criação de Comitês Antidiscriminatórios Externos e Independentes que possam debater, organizar, implementar e fiscalizar mudanças pertinentes a uma agenda antirracista

A Frente Nacional Antirracista, fundada no último sábado (01/12), e que tem como objetivos o combate ao racismo estrutural e institucional e a promoção da participação ampla no debate econômico brasileiro, pretende abrir interlocução com o setor público, entidades empresariais e sindicais e com 100 das maiores empresas brasileiras (neste primeiro momento). Os contatos terão início na próxima segunda- feira, dia 7 de dezembro, em que serão apresentados os princípios e as diretrizes contidos em seu manifesto de criação.

O intuito é construir pautas econômicas, culturais e sociais antirracistas e defender a importância da existência de Comitês Externos e Independentes nestas organizações, que estejam focados em orientar iniciativas, implementar e fiscalizar a execução das agendas propostas pelo Coletivo. Segundo o manifesto da Frente Nacional Antirracista “discussões sobre desigualdade, tributação, politica industrial, meio-ambiente, política salarial, política agrária e urbana, empreendedorismo e tecnologia só ganham sentido quando se considera que o Brasil é composto por uma maioria de pessoas negras, que são historicamente desrespeitadas, ganham os piores salários e são vitimadas pela violência urbana e rural.

O grupo entende que uma resposta dentro do prazo de 20 dias das entidades públicas e privadas e das primeiras 100 empresas acionadas, sinalizará à sociedade interesse por parte das lideranças empresariais por uma mudança na economia brasileira e um real compromisso com o desenvolvimento econômico que leve em consideração as demandas do povo brasileiro.

Além destas 100 primeiras empresas, o objetivo é que as demandas da Frente Nacional Antirracista – que reúne mais de 600 organizações dos mais diversos movimentos sociais como Educafro, Frente Favela Brasil, UNEGRO, Quilombação e Instituto Luiz Gama, dentre outras – sejam apresentadas também para os Presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, o Presidente do Supremo Tribunal Federal, às associações empresariais (como FIESP), à Diretoria da Bolsa de Valores de São Paulo e às principais Centrais Sindicais do Brasil.

As primeiras 100 empresas a serem convidadas para esta interlocução serão:
1. Adidas
2. Amazon
3. Ambev
4. Apple
5. Arezzo
6. Avianca
7. Avon
8. Azul
9. B2W Digital
10. Banco do Brasil
11. Banrisul
12. BASF
13. Bayer
14. BM&F Bovespa
15. Bradesco
16. Braskem
17. BRF
18. BTG Pactual
19. Bunge
20. C&A
21. Pão de Açúcar
22. Cacau Show
23. Caixa Econômica Federal
24. Cargill
25. Casas Bahia
26. Caterpillar
27. Cielo
28. Claro
29. Coca Cola
30. CSN
31. Eletrobras
32. Embraer
33. Enel
34. Extra
35. Facebook
36. Fiat
37. Fleury
38. Ford
39. General Eletric
40. Gerdau
41. Gol
42. Google
43. GPA
44. Grupo Abril
45. Grupo Boticário
46. Grupo Guararapes
47. Habib's
48. Heineken
49. Hering
50. Honda
51. HP
52. IBM
53. iFood
54. Ipiranga
55. Itaú Unibanco
56. JBS
57. Johnson & Johnson
58. Kalunga
59. Klabin
60. Latam
61. Lenovo
62. LinkedIn
63. Lojas Americanas
64. Marfrig Global Foods
65. McDonald’s
66. Mercado Livre
67. Mercedes Benz
68. Microsoft
69. Mondelez
70. Natura
71. Nestlé
72. Netflix
73. Nextel
74. Nubank
75. Oderbrecht
76. Oi
77. P&G
78. Pepsico
79. Petrobras
80. Porto Seguro
81. Raia Drogasil
82. Renner
83. Samsung
84. Santander
85. Siemens
86. Souza Cruz
87. Tigre
88. TIM
89. Toyota
90. Tramontina
91. Twitter
92. Ultrapar
93. Unilever
94. Usiminas
95. Vale
96. Via Varejo
97. Vivo
98. Volkswagen
99. Walmart
100. Youtube

Queremos lembrar que estas são as 100 empresas para iniciar o trabalho. Vocês podem indicar outras empresas, especialmente as que vocês trabalham e sabem que elas precisam avançar!